Justiça bloqueia 25 milhões de bens de suspeitos por fraudar licitações em Goiás.

0
60
Um grupo de pessoas suspeitas de fraudar licitações e desviar recursos públicos em cidades goianas desde 2013 foi alvo de a operação Sócio Oculto do Ministério Público de Goiás nesta terça-feira, 06/07.
Ao todo, 34 pessoas foram alvo mandados de busca e apreensão foram cumpridos. A Justiça determinou ainda o bloqueio de R$ 25 milhões em bens dos investigados. Seis pessoas também presas temporariamente durante ação realizada hoje.
Policiais militares e agentes do Gaeco estiveram em uma galeria comercial na rua T-38, no setor Bueno, em Goiânia. O local foi fechado.
A ação é conjunta com os grupos de combate ao crime organizado do Distrito Federal (DF) e de São Paulo (SP), que também cumprem mandados, e tem apoio das polícias Civil e Militar de Goiás.
Os mandados foram expedidos pelo juiz Alessandro Pereira Pacheco, titular da 2ª Vara Estadual de Combate às Organizações Criminosas. O magistrado também determinou o bloqueio de bens dos investigados, de forma gradativa e proporcional ao suposto envolvimento no esquema criminoso em investigação.
Além de Goiânia, foram cumpridos mandados na cidade de Aparecida de Goiânia, Nerópolis, Senador Canedo. Santo Antônio de Goiás, Alto Paraíso de Goiás, Uruaçu, Rubiataba, São Paulo e Brasília.
Fontes: Portal de Notícias de Goiás
Por: Géssica Veloso
EM: 06/07/2021 11:03
Edição: Wilson Barbosa – Jornal Cidades
+7
57
Pessoas alcançadas
4
Engajamentos
Turbinar publicação
2 compartilhamentos
Curtir

 

Comentar
Compartilhar