Justiça concede liminar que autoriza pastor a realizar cultos em Goiânia

0
604

O Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO) autorizou, por meio de uma liminar, o deputado federal e pastor João Campos de Araújo a exercer funções pastorais e a ministrar cultos na Igreja Assembleia de Deus, Ministério Vila Nova, em Goiânia. A decisão suspende o decreto do governo e da Prefeitura de Goiânia em relação às atividades religiosas.

A Procuradoria Geral do Estado (PGE), manifestou em nota, dizendo que o Estado não foi intimado a respeito dessa decisão. “mas, assim que o for, será incluindo nos manifestará nos autos do processo”.

A decisão foi publicada na tarde de sábado (4), pelo desembargador Delintro Belo de Almeida Filho. No entanto, o documento ressalta que João Campos deve seguir rigorosamente os protocolos e regras sanitárias de prevenção a Covid-19.

“Na parte pertinente às restrições às atividades religiosas, autorizando o impetrante a exercer suas funções pastorais e ministrar cultos em sua igreja mencionada na causa de pedir, sem observância do regime de revezamento de abertura e fechamento por 14 dias, estabelecido nos atos normativo mencionados, até julgamento do mérito do presente”, escreveu.

Por Danielle Oliveira, G1 GO
Edição – Wilson Barbosa
Jornal Cidades

Foto: Henrique Ramos/TV Anhanguera