Marcelo Queiroga toma posse como ministro da Saúde, em cerimônia fechada.

0
107
O médico cardiologista Marcelo Queiroga tomou posse nesta terça-feira (23/03/2021), como ministro da Saúde, em uma cerimônia reservada, dentro do gabinete do presidente da República Jair Bolsonaro.
O evento não constava na agenda inicial do Presidente Bolsonaro, que aconteceu sem a presença da imprensa e de convidados, devido à pressão de apoiadores para que outro nome fosse indicado, já que Queiroga demorou se desvincular de uma clínica em que era sócio.
Ainda no meio da desta tarde, uma edição extra do Diário Oficial da União publicou a exoneração do general Eduardo Pazuello, e também, a nomeação do novo ministro.
Há informação de que Pazuello deve ser remanejado para o Programa de Parcerias e Investimentos, que atualmente está sob a coordenação do ministro Paulo Guedes, da Economia, no entanto, o Governo Federal ainda não confirmou ou anunciou a possível mudança.
Queiroga é o quarto ministro a assumir a Saúde desde o início da pandemia, há um ano. Já passaram pela pasta, neste período, os médicos Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich, seguido depois pelo general Eduardo Pazuello, do Exército.
A substituição de Pazuello foi anunciada em 15 de março, durante o período mais crítico da pandemia. E o principal desafio do novo ministro será acelerar o processo de vacinação em massa da população. Isso porque, o país vacinou cerca de 4,59% da população com a primeira dose de imunizantes, percentual que corresponde a 9,7 milhões de pessoas. O Brasil acumula, até o momento, mais de 295 mil mortes por covid-19.
Perfil
Natural de João Pessoal, Marcelo Queiroga se formou em medicina pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e fez especialização em cardiologia no Hospital Adventista Silvestre, no Rio de Janeiro. Sua área de atuação é em hemodinâmica e cardiologia intervencionista. Atualmente é presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia.
+3
0
Pessoas alcançadas
0
Engajamentos
Turbinar publicação
Curtir

Comentar
Compartilhar